Operações em órbita do satélite Tongxin Jishu Shiyan Weixing 10

Lançado a 3 de Novembro de 2023, a 14 de Maio de 2024, o satélite Tongxin Jishu Shiyan Weixing 10 (通信技术试验卫星十号) – TJSW-10 – realizou uma nova manobra em órbita, aumento a sua altitude orbital de novo a 17 de Maio e iniciando uma deriva para Oeste. Este satélite tem estado localizado na órbita geossíncrona a Este do satélite TJSW-3 nos últimos seis meses.

Entre 16 e 17 de Maio, o TJSW-10 passou pelo TLSW-3 e depois diminui a sua deslocação. O satélite continua a afastar-se do TJSW-3 e, na sua actual altitude, move-se 0,13º por dia.

A família de satélites TJSW são classificados como satélites militares associados a operações de inteligência por captação de sinais (SIGINT), aviso antecipado de lançamento de mísseis e com missões de inspecção de outros satélites. Quando o TJSW-10 foi lançado, a imprensa chinesa referiu que o satélite iria realizar experiências relacionadas com tecnologias de comunicações.

Após o seu lançamento, o TJSW-10 circularizou a sua órbita na altitude geoestacionária a 9 de Novembro e desde essa data até 14 de Maio de 2024, esteve localizado numa longitude a 173,3º – 173,4º. Por seu lado, o satélite TJSW-3 manteve a sua posição a 173,1º desde finais de 2023. Porém, parece que este satélite realizou várias manobras em princípios de Outubro de 2023, e aumentou a sua inclinação orbital de 0º para 0,1º, semelhante à do TJSW-10.

Parece que a partir da altura em que o TJSW-10 e o TJSW-3 começaram a operar próximos um do outro, ambos aumentaram a sua inclinação orbital (provavelmente de forma natural) e 0,1º para 0,6º. Este aumento na inclinação representa um desvio para o TJSW-3, dado que a sua inclinação havia sido mantida entre 0,0º e 0,2º entre Novembro de 2021 e Dezembro de 2023.

A 14 de Maio de 2024, o satélite TJSW-10 aumentou o seu eixo semi-maior  em 23,1 km. Entre 14 e 16 de Maio, o satélite deslocou-se da posição 173,3º para 172,7º longitude Este, possivelmente cruzando o «caminho» do TJSW-3. A 17 de Maio, o TJSW-1o executa outra manobra ao diminuir o seu eixo semi-maior em 11,1 km, diminuindo a sua deslocação para Este para cerca de 0,136º por dia.

O satélite TJSW-3 foi lançado em 2018 e desde logo adoptou um comportamento pouco usual para satélites geoestacionários em órbita ao realizar várias operações de encontro e aproximação com o seu motor de apogeu. Após estas operações, várias fontes identificaram o satélite como um ‘satélite inspector’.

Os satélites TJSW-10 e TJSW-3 operaram perto um do outro durante cerca de seis meses e durante este tempo, os militares chineses poderão ter realizado testes de proximidade entre os satélites.



Comente este post